Perfil

Minha foto
Acredito que estamos vivendo os últimos momentos da historia da humanidade como a conhecemos até então, creio que o verdadeiro REI , o nosso SENHOR JESUS CRISTO está retornando para reinar absoluto no trono de DAVI e todos aqueles que assim creem e servem ao DEUS VIVO estarão fazendo parte desse momento maravilhoso na história do universo, por isso desejo a todos (as) muita força e concentração nos ensinamentos do mestre pois diversos acontecimentos tem surgido no cenário nacional e mundial com a única finalidade de nos desviar do nosso alvo , ou seja, a soberana vocação em CRISTO JESUS!

VIDEOS

Loading...

PESQUISE

Deixe DEUS guia seus passos !

Deixe DEUS guia seus passos !

segunda-feira, 16 de maio de 2011

PRESIDENTE IRANIANO COMENTA AÇÃO MILITAR AMERICANA NO PAQUISTÃO E FAZ DURAS CRITICAS E SUPOSIÇÕES AO BARAK OBAMA

Ahmadinejad diz que intervenção das tropas do Golfo 'é ato odioso' (Foto: Reuters)

No mínimo interessante o presidente iraniano comentar algo que a opinião publica já especula a bastante tempo , então, trata-se de teorias de conspiração ou verdade oculta ?

Os Estados Unidos já tinham capturado Osama Bin Laden "há algum tempo" quando decidiram executar o líder da Al-Qaeda "por razões de política interna", afirmou neste domingo o presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad.
"Tenho informações precisas de que Bin Laden era prisioneiro do Exército americano há algum tempo (...) quando decidiram matá-lo", disse Ahmadienjad à TV iraniana.
Os americanos "o adoeceram e quando estava enfermo, o executaram", revelou o líder iraniano, que acusou o presidente americano, Barack Obama, de tomar a decisão por razões eleitorais.
"O presidente americano fez isto por questões de política interna, [Bin Laden] morreu para garantir a reeleição do senhor Obama."
Ahmadinejad disse ainda que Washington "tenta agora substituir Bin Laden por outra pessoa" na liderança da al-Qaeda.
O Irã acusa Washington de ter ligações obscuras com a al-Qaeda, apesar de acusá-la de terrorismo. Teerã lembra com frequência que foram os Estados Unidos que financiaram e armaram a organização de Bin Laden no início, para que lutasse contra a União Soviética no Afeganistão.
Teerã reagiu oficialmente ao anúncio da morte de Osama Bin Laden dizendo que a partir de agora o Ocidente já não tem justificativa para sua presença militar no Afeganistão.




Nenhum comentário:

Postar um comentário