Perfil

Minha foto
Acredito que estamos vivendo os últimos momentos da historia da humanidade como a conhecemos até então, creio que o verdadeiro REI , o nosso SENHOR JESUS CRISTO está retornando para reinar absoluto no trono de DAVI e todos aqueles que assim creem e servem ao DEUS VIVO estarão fazendo parte desse momento maravilhoso na história do universo, por isso desejo a todos (as) muita força e concentração nos ensinamentos do mestre pois diversos acontecimentos tem surgido no cenário nacional e mundial com a única finalidade de nos desviar do nosso alvo , ou seja, a soberana vocação em CRISTO JESUS!

VIDEOS

Loading...

PESQUISE

Deixe DEUS guia seus passos !

Deixe DEUS guia seus passos !

quinta-feira, 26 de maio de 2011

GOVERNO SUSPENDE TEMPORARIAMENTE O KIT GAY

Brasília, 25 mai (EFE).- A presidente Dilma Rousseff determinou nesta quarta-feira a suspensão da elaboração do "kit anti-homofobia", um material sobre a homossexualidade e o combate à homofobia que seria distribuído em escolas públicas e havia gerado protestos de grupos religiosos.

A polêmica sobre esse material cresceu nos últimos dias, sobretudo depois que o Supremo Tribunal Federal decidiu que a união civil entre duas pessoas do mesmo sexo é equivalente à união heterossexual perante a lei. Grupos católicos e evangélicos criticaram a decisão judicial e alertaram sobre projetos que, segundo afirmaram, pretendiam "induzir" os adolescentes que estudam em escolas públicas à homossexualidade.

Na quinta-feira passada o ministro da Educação, Fernando Haddad teve reunião com parlamentares da bancada evangélica e disse que a pasta não fará mudanças no material que compõe os kits de combate a homofobia.

Porém, nessa quarta-feira o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que o governo entendeu que "seria prudente não editar esse material". Carvalho explicou que Dilma tomou sua decisão após conversar sobre o assunto com parlamentares de diversas religiões que criticaram o projeto.
O material estava sendo elaborado por empresas contratadas pelo Ministério da Educação (MEC) e seria distribuído ao final de cursos sobre direitos humanos e minorias que devem ser ministrados para alunos do Ensino Médio de escolas públicas.
Segundo o MEC havia antecipado, o material que estava em preparação incluía vídeos que mostravam como o amor surgia entre dois meninos ou entre duas meninas, além de depoimentos de travestis e transexuais sobre suas vidas e relações amorosas.
Carvalho disse que, após conversar nesta quarta-feira com os parlamentares que se opõem ao projeto, Dilma decidiu ainda que "daqui para frente todo material que versar sobre costumes será feito a partir de consultas mais amplas à sociedade".

sábado, 21 de maio de 2011

PLANOS DE OBAMA PARA PACIFICAÇÃO DO ORIENTE MÉDIO


O presidente americano, Barack Obama, falou nesta quinta-feira (19) sobre as revoltas populares por democracia no mundo árabe e também sugeriu um acordo de paz entre israelenses e palestinos com base nas fronteiras de antes da Guerra dos Seis Dias, ocorrida em 1967.
Barack Obama anunciou uma nova fase na diplomacia americana, dedicada à democratização do Oriente Médio. “Nossa mensagem é simples: se vocês correrem os riscos que acompanham as reformas, terão o apoio total dos Estados Unidos”, disse ele.
Segundo Obama, a Casa Branca apoiará movimentos democráticos não só de forma política, mas também econômica. O primeiro passo será perdoar US$ 1 bilhão da dívida do Egito, para que o dinheiro seja usado em investimentos.
Os Estados Unidos também vão garantir empréstimos no valor de mais US$ 1 bilhão para desenvolver as exportações e o comércio egípcios e vão pedir assistência ao FMI para estabilizar as economias do Egito e da Tunísia, países em que os governantes foram derrubados pelas revoltas populares.
Obama afirmou que a Líbia também terá um governo democrático. Alertou que se o ditador Muammar Kadhafi não deixar o poder por conta própria, será forçado a sair. Sobre o presidente sírio Bashar al-Assad, disse: “Ele pode escolher entre liderar a transição para uma democracia ou sair da frente”.
Até os aliados americanos na região foram advertidos. Para o presidente americano, reformas democráticas precisam ser feitas no Bahrein, no Iêmen, na Jordânia e no Marrocos.
Barack Obama dedicou boa parte do discurso ao que muitos acreditam ser o conflito mais complicado da região: entre israelenses e palestinos. Para ele, as fronteiras de Israel devem se basear nas linhas existentes em 1967.
Em junho daquele ano, após ameaças e demonstrações de força do Egito, Israel lançou ataques preventivos. Ao fim da Guerra dos Seis Dias, Israel tomou a Península do Sinai, a Faixa de Gaza, a Cisjordânia, as Colinas de Golã e a parte oriental de Jerusalém. Israel já se retirou do Sinai e de Gaza.
Obama disse que o sonho de um estado judeu democrático não pode existir com uma ocupação permanente e sugeriu que os dois lados negociem trocas, possivelmente de territórios. Hoje, ainda há assentamentos israelenses em partes da Cisjordânia, onde fica a sede da Autoridade Palestina.
O presidente americano alertou que, mesmo que o plano funcione, diferenças sérias vão permanecer e devem ser discutidas depois. Os palestinos querem que Jerusalém Oriental seja a capital de um futuro estado. Já Israel afirma que a cidade é indivisível.
Outra questão é o retorno das centenas de milhares de palestinos que saíram da região em 1948, com a fundação do estado moderno de Israel.
Em outros pontos do discurso, Obama disse que Israel deve retirar totalmente suas forças militares de áreas palestinas e que os palestinos devem reconhecer o Estado israelense e se comprometer a não atacar o vizinho.
O discurso de Obama no Departamento de Estado sinaliza principalmente a importância da diplomacia, e não da força militar, no exercício da influência americana. Ele lembrou que a comunidade internacional está cansada de um processo interminável que não é resolvido e afirmou que, exatamente por causa da amizade com Israel, é importante dizer a verdade.
Na sexta-feira, o presidente americano vai receber o primeiro ministro israelense Benjamin Netanyahu e terá o primeiro teste da nova visão americana para o Oriente Médio.
 

quinta-feira, 19 de maio de 2011

GOVERNO FEDERAL PRETENDE INICIAR CAMPANHA CONTRA HOMOFOBIA NAS ESCOLAS, SOB A FARSA DO PRECONCEITO VAO ENSINAR NOSSOS FILHOS A CULTURA HOMOSSEXUAL

O ministro da Educação, Fernando Haddad, durante o programa Bom Dia Ministro. (Foto: Antonio Cruz/ABr)

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou nesta quinta-feira (19), ao participar do programa “Bom Dia Ministro”, transmitido para rádios de todo o país, que o governo federal vai receber sugestões de cidadãos sobre o material composto por vídeos e cartilhas contra a homofobia que o Ministério da Educação pretende distribuir para escolas do ensino médio. Segundo o ministro, uma comissão do ministério vai decidir as estratégias de divulgação do material.
"Todo cidadão pode encaminhar a sugestão, isto não significa que a comissão acatará ou não a opinião, explicou o ministro, que nesta quarta-feira (18) reuniu-se com deputados das bancadas evangélica e católica na Câmara dos Deputados. Ficou decidido que um grupo de parlamentares vai acompanhar a distribuição do kit. "Nós continuaremos nossa política de combate ao preconceito para que as pessoas tenham um ambiente acolhedor na escola", afirmou Haddad.
De acordo com o ministro, o primeiro módulo da cartilha é voltado para a formação de professores, a fim de auxiliar os magistrados a entender as situações estabelecidas. “A violência contra esse grupo é grande. A violência tem aumentado e a educação é um direito de todos. Os estabelecimentos públicos têm de estar preparados para receber estas pessoas. Este material, depois de recebido, será encaminhado para uma comissão de publicação do Ministério da Educação, que faz um balanço e estabelece uma estratégia de divulgação", disse Haddad.
O ministro acrescentou que "a educação é direito de todos, independente de orientação sexual", e que "os estabelecimentos públicos têm que estar preparados para receber estas pessoas, orientá-las e prepará-las para se desenvolver afetivamente, cognitivamente e intelectualmente".

segunda-feira, 16 de maio de 2011

GOVERNO DO ESTADO DO RIO APOIA ABERTAMENTE O HOMOSSEXUALISMO.

Cabral lança campanha Rio Sem Homofobia (Foto: Foto Marino Azevedo/divulgação governo)

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, autorizou policiais e bombeiros a participarem uniformizados da Parada do Orgulho Gay. Ele disse que vai autorizá-los, inclusive, a usarem as viaturas. O anúncio foi feito durante o lançamento da Campanha Rio Sem Homofobia, nesta segunda-feira (16). As informações são do site do governo do estado.
A campanha será veiculada nas rádios, televisões, cartazes, outdoors, busdoor, mobiliário urbano, folhetos, além de um site e itens promocionais, como camisetas, barracas de praia e blocos. A campanha estará nas ruas a partir de terça-feira (17), data em que se comemora o Dia Mundial de Combate à Homofobia. O tema ganhou uma data comemorativa desde 1993, e este ano terá a adesão de 102 países, entre eles o Brasil, que vai marcar a luta do movimento GLBT (gays, lésbicas, bissexuais e transexuais).
O governador acredita que, assim como fizeram os membros do Supremo Tribunal Federal, aprovando a união civil de pessoas do mesmo sexo, o Senado vai aprovar o projeto de lei 122/2006 que criminaliza a homofobia. Cabral também listou uma série de medidas que o governo tomou, nos últimos anos, para diminuir a discriminação que esse segmento da população sofre.
Além do governador, participaram da cerimônia o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, a senadora Marta Suplicy, que representa a frente parlamentar LGBT no Congresso Nacional, o secretário-chefe da Casa Civil, Regis Fichtner, e o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Rodrigo Neves.
Segundo o coordenador do Programa Rio sem Homofobia e presidente do Conselho Estadual dos Direitos da população LGBT, Cláudio Nascimento, a luta, agora, é fazer com que o Congresso Nacional aprove a lei que considera crime qualquer ato contra homossexuais.
"Um passo importantíssimo que nós demos foi a aprovação, no Supremo Tribunal Federal, da legalização da união civil de pessoas do mesmo sexo. Uma vitória que foi conseguida por meio de uma ação do governo do estado. Isso dá orgulho ao Rio de Janeiro, que sempre foi vanguarda na história das transformações sociais do país (...) É preciso ter uma legislação que torne crime a prática da homofobia", disse ele.
Cláudio Nascimento informou também que, na terça-feira, sairão caravanas de 27 estados para pressionar o Congresso Nacional a votar o projeto de lei 122/2006, que criminaliza a prática de homofobia.

Amados,já é um absurdo vemos o crescimento desenfreado da homossexualismo nesta nação , mais lamentável ainda é saber que autoridades e governos apoiam e até incetivam esse crescimento , que Deus tenha misericórdia dessa nação.

PRESIDENTE IRANIANO COMENTA AÇÃO MILITAR AMERICANA NO PAQUISTÃO E FAZ DURAS CRITICAS E SUPOSIÇÕES AO BARAK OBAMA

Ahmadinejad diz que intervenção das tropas do Golfo 'é ato odioso' (Foto: Reuters)

No mínimo interessante o presidente iraniano comentar algo que a opinião publica já especula a bastante tempo , então, trata-se de teorias de conspiração ou verdade oculta ?

Os Estados Unidos já tinham capturado Osama Bin Laden "há algum tempo" quando decidiram executar o líder da Al-Qaeda "por razões de política interna", afirmou neste domingo o presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad.
"Tenho informações precisas de que Bin Laden era prisioneiro do Exército americano há algum tempo (...) quando decidiram matá-lo", disse Ahmadienjad à TV iraniana.
Os americanos "o adoeceram e quando estava enfermo, o executaram", revelou o líder iraniano, que acusou o presidente americano, Barack Obama, de tomar a decisão por razões eleitorais.
"O presidente americano fez isto por questões de política interna, [Bin Laden] morreu para garantir a reeleição do senhor Obama."
Ahmadinejad disse ainda que Washington "tenta agora substituir Bin Laden por outra pessoa" na liderança da al-Qaeda.
O Irã acusa Washington de ter ligações obscuras com a al-Qaeda, apesar de acusá-la de terrorismo. Teerã lembra com frequência que foram os Estados Unidos que financiaram e armaram a organização de Bin Laden no início, para que lutasse contra a União Soviética no Afeganistão.
Teerã reagiu oficialmente ao anúncio da morte de Osama Bin Laden dizendo que a partir de agora o Ocidente já não tem justificativa para sua presença militar no Afeganistão.




domingo, 15 de maio de 2011

TREMOR DE 6.0 GRAUS OCORRE NA COSTA DO BRASIL , OS SINAIS TAMBÉM ESTÃO CHEGANDO POR AQUI.

Terremoto no Atlântico (Foto: Arte/G1)
Foi registrado um tremor de terra de magnitude 6.0 no meio do Oceano Atlântico, a 1.276 quilômetros de Natal (RN),neste domingo às 10h08 pelo centro de pesquisa geológica dos Estados Unidos e chegou ao conhecimento da defesa civil do Rio Grande do Norte no início da tarde, depois que a notícia se espalhou acompanhada de boatos da possibilidade de um tsunami. Todas as unidades do Corpo de Bombeiros da capital e da defesa civil estadual foram acionadas e ficaram em prontidão.
O laboratório sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi acionado e às 15h35 o governo do Estado divulgou no seu site uma nota registrando a ocorrência do tremor e tranquilizando a população para a impossibilidade de um tsunami. A ação dos bombeiros já havia, então, sido normalizada.
"Não há essa possibilidade (de tsunami)", informou a nota explicando que o tipo de movimento do sismo foi transcorrente. "Para se gerar um tsunami é necessário que o movimento seja vertical, quando a água do mar pode ser empurrada ou descida abruptamente e isto não aconteceu", explicou o coordenador do laboratório sismológico da UFRN, Joaquim Mendes.
De acordo com Mendes, o centro de pesquisa geológica norte-americano identificou a ocorrência em tempo real porque eles monitoram tudo o que ocorre 24 horas por dia. Não é esta a realidade das estações sismológicas instaladas em Riachuelo e Pau dos Ferros (RN) e Gravatá (PE), sob a coordenação do laboratório sismológico da UFRN. Ele reconheceu que se tivesse havido um tsunami, todos teriam sido pegos de surpresa. A estação de Riachuelo (RN) faz parte da rede global de acompanhamento de atividades sísmicas, de acordo com o pesquisador.
Conforme o pesquisador, até agosto um total de 15 estações estarão instaladas na região Nordeste - do Piauí à Bahia. Quatro já estão instaladas. O investimento é de mais de R$ 4 milhões, financiado pela Petrobras. "Com isso vamos ter uma ideia melhor de onde ocorrem os tremores", prevê.
Os Estados do Rio Grande do Norte e do Ceará têm registrado o maior número de tremores no Brasil.

sábado, 14 de maio de 2011

DEPRAVAÇÃO E ABOMINAÇÃO AOS OLHOS DO SENHOR , ACONTECE LAMENTÁVELMENTE O PRIMEIRO BEIJO GAY NA TV BRASILEIRA



Trata-se de um fato altamente danoso as famílias desta nação , pois que tipo de programação veremos então daqui para frente ? , sabemos que a TV em sua grande maioria não acrescenta nada de positivo nem a cultura muito  menos a nossa relação com DEUS, mais amados não se iludam daqui em diante o pior irá acontecer , veja ,isso é apenas um dos reflexos infernais da aprovação por parte do Supremo Tribunal Federal da união estável homossexual ( visite também o post  LEI DA MORDAÇA GAY nesse blog) muito mais virá por ai , e só aguardar as repercussões nos próximos Big Brother , Fazenda e demais reality shows, vocês acham que a Globo vai deixar barato ,então aguarde pra ver , só digo uma coisa muito cuidado com o que nossos filhos andam vendo pois somos  responsáveis pelo controle da tv e pela formação de personalidade das nossas crianças, sem mais, oremos para que nosso Senhor volte logo , Maranata ,oh vem logo Senhor!!!